Loucos pela Meia Maratona – B. Camboriú

Em 2015 decidi que, para celebrar os meus 30 anos, correria uma meia maratona em 2016. Já corria há algum tempo mas minha maior distância até o momento tinha sido 6km. Pensar em correr 21k era super desafiador!! Falei pra minha família, que super me apoiou e, acreditem, topou o desafio junto comigo!!!

Meu irmão então começou a procurar uma prova legal pra corrermos todos juntos e encontrou a Meia Maratona de Balneáreo Camboriú, que aconteceria em um feriado prolongado. Amamos a ideia e começamos a nos programar e treinar para isso!

Alugamos um apartamento bem legal na cidade e fizemos nossa primeira viagem em família! Foi TÃO legal que já estou querendo fazer disso uma tradição!!! Faltou nosso caçulinha, que estava muito longe e não pôde comemorar conosco, mas pra próxima ele está convocado! Hahaha

Tinha ido a B. Camboriu quando criança, mas não me recordava das praias. Chegando na cidade o que mais impressionou foram os prédios. Os mais altos do Brasil estão lá, altíssimos e estreitos! Inclusive, o prédio mais alto do país, com 177m de altura e 46 andares fica lá! Já li que os elevadores desses prédios precisam ser importados porque as empresas nacionais não tem a tecnologia pra essas alturas! Imaginem a vista (e o vento!) da cobertura desse prédio??

A Praia Central, pertinho do nosso apartamento e onde iniciaria a corrida, não é própria para banho, mas tem uma boa estrutura com ciclovia, restaurantes e lojas. A praia que mais gostamos, e onde nos divertimos demais, foi a Praia Estaleirinho. A água é super limpinha, tem restaurante e boa estrutura de praia, uma delícia pra passar o dia! Outra praia que fomos foi a Praia dos Amores, onde não entrei no mar porque já era fim de tarde e eu já estava com frio. Mas os “peixes” da família adoraram o mar de lá!!

Quanto à corrida, super valeu a pena! O calor estava muito intenso e isso atrapalhou demais, fez a corrida ser muito sofrida! Mas todos conseguimos terminar a prova, cada um superando um desafio: meu pai, que é mais ciclista do que corredor, correu 5k; minha mãe e minha cunhada arrasaram no revezamento da meia maratona e Arthur, meu irmão e eu conseguimos completar os 21k!!!

No meio da corrida veio aquele pensamento: por que fui inventar essa história de meia maratona??? Podia ter comemorado de outra forma! Vou terminar essa e nunca mais faço isso! Hahaha. Acho que todo corredor pensa isso em algum momento… Mas no dia seguinte já estávamos todos pensando quando e onde seria nossa próxima corrida (apesar das bolhas, unhas machucadas e pernas doloridas!).

Obrigada, família, por me acompanhar nessa viagem! Obrigada por toparem o desafio e se superarem! Vocês são exemplo pra mim!

Obrigada, Thuru, por me acompanhar nos treinos, comprar minhas ideias loucas e ainda registrar tudo com tanto carinho e profissionalismo! Te amo demais!!

Lo

P.S.: quem sabe não está na hora de você também planejar um desafio pro ano que vem??? A sensação de meta cumprida é deliciosa! E se a meta for atingida em família então, fica mais especial!!

Loucos de Motorhome

Nas nossas últimas férias fizemos uma viagem diferente de tudo que já havíamos feito: alugamos um motorhome e fizemos uma roadtrip pela costa oeste dos Estados Unidos. Já adianto que foi incrível e que não nos arrependemos! Como muita gente pergunta como foi viajar de motorhome resolvi fazer um post mais detalhado falando da nossa experiência!

O aluguel

Ainda no Brasil começamos nossa pesquisa por um motorhome, que lá nos EUA é chamado de RV (Recreational Vehicle). Existem centenas de empresas que oferecem RV’s dos mais variados modelos e tamanhos. Como era nossa primeira experiência nesse “universo” e estávamos um pouco apreensivos, optamos pela mais famosa, a Cruise America.
Você escolhe o modelo que deseja, onde quer retirar e devolver o veículo e pronto! A reserva estava feita! Bem simples, como alugar um carro mesmo.
A diferença maior é que nessa empresa você paga um valor diário pelo aluguel e um extra por cada milha que for rodar, que no nosso caso foi o mais caro, afinal, foram 2900 milhas (4676km) rodados!!!
Numa próxima experiência acho que não ficaremos limitados apenas à Cruise America, já que existem outras empresas sérias na área e vimos que não é nenhum bicho de sete cabeças alugar um RV.

Nosso RV

Optamos pelo menor RV oferecido pela Cruise America, o Compact, com 4,8m de comprimento e 3,6m de altura. Nossa escolha se baseou no fato de sermos só nós dois e nas facilidades de dirigir um carro menor. Cabíamos em qualquer vaga de estacionamento e tínhamos cozinha, banheiro completo e cama em qualquer lugar que estivéssemos!

No primeiro dia com o RV tudo foi novidade!
No primeiro dia com o RV tudo foi novidade!
As regras de trânsito são as mesmas do carro compacto para o RV
As regras de trânsito são as mesmas do carro compacto para o RV
 Mas também precisamos ficar atentos a outras regras. Neste local por exemplo, não é permitido pernoitar com o RV como diz a placa.
Mas também precisamos ficar atentos a outras regras. Neste local por exemplo, não é permitido pernoitar com o RV como diz a placa.
Mas a sensação de liberdade é uma delícia!
Mas a sensação de liberdade é uma delícia!
Se quiséssemos fazer uma pausa pra um café, por exemplo, era só parar um pouquinho!
Se quiséssemos fazer uma pausa pra um café, por exemplo, era só parar um pouquinho!
E um café da manhã com vista para o Grand Canyon não tem preço!
E um café da manhã com vista para o Grand Canyon não tem preço!
Nossa" mesa de jantar"
Nossa” mesa de jantar”

Fizemos um videozinho com um tour pela nossa casinha ambulante!

Extras

A Cruise America também oferece aluguel de kit cozinha e kit pessoal, com roupa de cama, travesseiro e toalhas. Optamos por comprar tudo e foi uma escolha certeira, já que saiu mais barato que o aluguel!
Gastaríamos $210 dólares no aluguel de dois kits pessoais e um kit cozinha e na nossa compra gastamos esse valor na compra de itens para cozinha, roupa de cama, cobertor, travesseiros, itens de limpeza e comida para uma semana!

Onde dormir

Das 20 noites que tivemos com o RV, dormimos 15 em camping e fizemos free camping em 5 (Como o nome diz, free camping é quando você pernoita de graça em algum local, geralmente estacionamento público ou de Walmart). O bom de fazer free camping é que você economiza uma grana boa, mas o conforto de um camping é super bem vindo também!
Ficamos em campings dos mais variados tipos! Desde lugares simples, no meio do deserto, sem banheiro, energia ou sinal de celular até campings full hook up (com energia, água e esgoto para o RV), piscina, wifi e banheiros melhores que de muito hotel! Os preços também variaram muito, pagamos $18 dólares no mais barato (no Death Valley) e absurdos $60 dólares em Carmel! Mas vimos campings de até $115 dólares a diária!!!

Camping no deserto de Death Valley, Califórnia
Camping lotado de RV´s no deserto de Death Valley, Califórnia
Motorhome conectado num camping
Motorhome conectado num camping
Nos camping podemos conectar a água, a energia e o esgoto se disponível
Nos camping podemos conectar a água, a energia e o esgoto se disponível
Camping no Parque Nacional de Yosemite, Califórnia.
Camping no Parque Nacional de Yosemite, Califórnia.
A profeitamos o clima de floresta e fizemos nossa comida na fogueira no camping de Yosemite.
A profeitamos o clima de floresta e fizemos nossa comida na fogueira no camping de Yosemite.

Combustível

O nosso RV era a gasolina e bebia bastante (infelizmente!). Como rodamos muito gastamos um bocado com combustível, que não é barato na costa oeste! Chegamos a pagar $3.99 o galão (3,7 litros) quando estávamos no deserto! Mas nas cidades conseguíamos preços melhores (uma média de $2.00 o galão).
Abastecer o RV era como abastecer um carro comum, a única diferença é que você deve fechar a saída de gás propano (para o fogão e a geladeira) antes de fazê-lo.

Nos EUA o abastecimento de combustível é responsabilidade do motorista
Nos EUA o abastecimento de combustível é responsabilidade do motorista
Já o abastecimento do gás propano deve ser sempre feito por um funcionário especializado.
Já o abastecimento do gás propano deve ser sempre feito por um funcionário especializado.

Água e esgoto

Existe um mito muito grande em torno disso! Quem não se lembra daquela cena de Robin Williams tentando fazer o esgoto de seu RV no filme Férias no Trailer??? Também temíamos essa parte, mas deu tudo certo! É agradável? Não!! Mas o Arthur fazia sempre sem virar um caos como no filme! Hahaha. Fizemos um video mostrando essa parte!

Dirigindo

O carro era automático e com direção hidráulica e o Arthur foi quem dirigiu o tempo todo. No início é estranho dirigi-lo por causa do tamanho e altura do carro, mas logo ele se acostumou e posso dizer que tirou de letra! Até baliza ele fez!!
Andamos em São Francisco e Los Angeles com ele, duas cidades enormes e com trânsito intenso, quando a atenção precisava ser dobrada, mas graças a Deus não tivemos absolutamente nenhum problema!!

Rodamos muitas milhas a bordo da nossa "casa ambulante".
Rodamos muitas milhas a bordo da nossa “casa ambulante”.
E várias foram as paisagens"
E várias foram as paisagens”
Fizemos bastante uso de aplicativos de navegação via GPS tanto online (Waze) quanto offline (CoPilot).
Fizemos bastante uso de aplicativos de navegação via GPS tanto online (Waze) quanto offline (CoPilot).
O RV era bastante confortável e oferecia modo de piloto automático o que facilitou a viagem!
O RV era bastante confortável e oferecia modo de piloto automático e câmbio automático que facilitaram a viagem!
Apesar de tenso no início, dirigir o RV foi uma diversão!
Apesar de tenso no início, dirigir o RV foi uma diversão!
Motorhome-29
Cenic Route, costa oeste dos EUA.
Estrada no deserto de Death Valley, Califórnia.
Estrada no deserto de Death Valley, Califórnia.
Estrada para o Parque Nacional das Sequóias Gigantes.
Estrada para o Parque Nacional das Sequóias Gigantes.
Rodamos em meio a montanhas...
Rodamos em meio a montanhas…
e em meio a desertos...
e em meio a desertos…
E cada paisagem valia a pena!
E cada paisagem valia a pena!

Lista de compras

Essa parte é só pra ajudar quem vai alugar um RV a se organizar. Fiz uma lista de coisas que a gente precisa comprar e às vezes se esquece! Claro, cada família tem um estilo diferente, então a lista é só um guia, cada um pode adaptá-la conforme a necessidade:

  • Para a cozinha

Compramos 2 panelas, uma tábua de cozinha, 4 garfos, 4 facas de mesa, 4 colheres de sopa, uma faca de corte, um kit de colheres grandes, 2 pratos, 2 bowls, 2 canecas. As cozinheiras de plantão podem achar pouco, mas foi mais que suficiente pra nossa estadia, cozinhávamos todos os dias e deu pra fazer comidinhas bem gostosas!! Uma coisa que acho bom comentar é que optamos pelo melhor preço, mas talvez valesse a pena comprar pratos descartáveis… Não é muito ecofriendly, é mais caro e ocupa mais espaço, mas confesso que às vezes me dava uma preguicinha de lavar a louça (sem contar que gasta água, bem valioso numa viagem de RV!).

  • Itens de limpeza

Tapete para banheiro, lenços Lysol (lenços umedecidos com um produto multiuso para limpar mesa, bancadas, fogão, vaso sanitário… Comprei da marca Lysol e outros genéricos que são mais baratos e tão bons quanto!), “vassoura” Swiffer com lenços umedecidos (uma mão na roda, os lenços umedecidos fazem o papel de um pano de chão, deixava o RV super limpinho e cheiroso e era só jogar o lenço usado fora, afinal, não tem tanque pra lavar pano de chão), papel toalha, guardanapo, lenços umedecidos para as mãos, saco de lixo, rodinho de cozinha para banheiro (se for compact, porque depois de cada banho eu tinha que secar o banheiro, porque a ducha era junto com o vaso e a pia, mas se você alugar um maior a ducha será separada e não vai ser necessário secar o banheiro), luvas (para fazer o esgoto), produto para limpeza do black water (são saches que você joga no vaso sanitário para que ele fique limpo e sem cheiro, você encontra em qualquer mercado na seção de camping), papel higiênico (usamos o comum mas existem específicos para RV).

  • Mantimentos 

água (de garrafa é mais prático, mas o galão fica mais barato), sal, açúcar, óleo/azeite, sacos tipo ziplock (para guardar qualquer alimento que sobrar)

Uma coisa que levamos do Brasil e foi de grande ajuda foi uma fita crepe! Algumas coisas que queríamos deixar na bancada (tipo sabonete líquido) fixávamos com fita crepe pra não sair rolando pelo RV enquanto dirigíamos!

Vale a pena???

Olha, achei a experiência incrível, mas acho que dizer que vale a pena pra todo mundo seria exagero!
Pra nós valeu muito a pena! Amamos demais a viagem, dirigimos muito, conhecemos lugares incríveis e que vão ficar pra sempre na nossa memória! Tínhamos um banheiro pequeno porém limpinho o tempo todo conosco, podíamos cozinhar o que queríamos, parar em qualquer lugar pra descansar e fazer um lanche, dormir cada dia em um lugar sem nos preocuparmos com mala. Enfim, achamos muito prático e pretendemos fazer outras viagens nesse estilo (principalmente com filhos!).
Mas se você considera férias sinônimo de “ausência de qualquer trabalho”, talvez o RV não seja a melhor opção pra você. O RV não tem camareira, nem cozinheira ou diarista! E ainda tem a questão de fazer esgoto e repor água. São trabalhos pequenos e que não ocupam muito tempo do dia, mas entendo uma dona de casa, por exemplo, não querer cozinhar todas as refeições durante as férias, e ter que lavar banheiro e cuidar da louça.
Enfim, apesar de cuidar da casa e cozinhar no meu dia a dia, achei que cozinhar e cuidar do RV não atrapalhou minhas férias! Claro que tinha dia que olhava pra louça e dava aquele desânimo, mas as memórias que construímos valeram qualquer pilha de louça suja!!

Até a próxima e boa viagem!

Blog de viagens